The Kissing Booth

Hi readers of this modest blog!

Today I'm going to talk about a movie you should watch by side that special person.

As is in the title, you've knew I'm going to talk about Netflix's The Kissing Booth.

So, let's go to this!

The Kissing Booth



Watch me burn (tradução)

Não vou enrolar porque hoje a coisa é "quente" — e bota "quente" nisso!

Eu disse no "post" sobre o filme "365 dni" (caso você não o tenha visto, clique aqui) que traduziria algumas músicas do filme e... "voilà".

Por enquanto, vou deixar somente a tradução dela, mas caso vocês queiram, posso fazer alguns comentários sobre ela — e, acreditem, apesar de "simples", há muita coisa a ser dita (os comentários estão aí para isso).

Por isso, sem mais demoras...

"Watch me burn" (Me veja arder)



5 motivos para assistir a 365 dni


Olá, leitores!

Apesar de não ser muito recente, por causa da pandemia, o filme 365 dni demorou para ser dublado em português. Por causa disso, muita gente — incluindo quem vos fala — não o viu — só ouviu falar sobre.

A Man Does Not Born Nor Good Neither Bad

Imagem de PublicDomainPictures por Pixabay

It is not new the idea that we are the result of the space where we are living. In the 18th century, the philosopher Swiss Jean-Jacques Rousseau said that men have a good essence and society had become them worse.

Estar ou não estar sozinho: eis a questão!


A navegar pelo YouTube — plataforma que estou a me familiarizar —, deparo-me com o seguinte vídeo: “Vida extraterrestre será a pior notícia das história” (disponível neste link e que eu aconselho, imensamente, que o assista para compreender melhor o que estou a falar), do canal Ponto em Comum. O vídeo explica, entre outras coisas, a questão da vida extraterrestre e o porquê de a descoberta acabar sendo um completo desastre para a humanidade.

O que é sílaba tônica?

Vídeo novo no canal, galera!

Curioso para saber o que raios é "sílaba tônica"? Então se aconchegue aí na cadeira e prepara-se para, finalmente, entender os conceitos de "oxítona, paroxítona e proparoxítona".

As 8 aberturas mais nostálgicas dos anos 90

Olá, leitores!

É... 2019 está a acabar e eu, como quem fica só a espreita, a esperar o momento certo, estou de volta com mais uma lista — porque eu sei que vocês amam listas, principalmente as nostalgicas.

Como o próprio título sugere, trago-vos as cinco aberturas mais nostalgicas dos anos 90 — incluindo aí programas de TV, desenhos e etc.

Ah! Fica o lembrete: essa lista foi inspirada no vídeo "7 desenhos animados dos anos 90", do canal Câmera 7 (o vídeo estará ao final do post para vocês conferirem na íntegra). Também a ordem não quer dizer, necessariamente, que uma abertura é mais nostálgica do que a outra — é apenas para botar ordem no post.

Então, sem mais demoras...

All of me — tradução

Olá leitores do Escritor ao Vento, tudo bem com vocês?

Como diz o velho ditado: antes tarde do que nunca, estou eu aqui de novo, depois de praticamente uma era sem postar nada, para trazer-vos a tradução de "All of Me", de John Legend.

Pessoal mais antenado no idioma da terra da rainha vai perceber que eu tomei algumas liberdades e fiz uns ajustes para ficar mais próximo ao ritmo português, mas sempre lembrando: os comentários estão aí para isso: pode sentar a lenha caso você não concorde com a tradução — isso nos ajuda pra caramba a trazer um conteúdo melhor, para vocês.

A origem curiosa de 5 expressões do português

Nós as usamos todo santo dia, mas, não raro, acabamos falando sem pensar da onde ela surgiu ou quem foi o "gênio" por trás delas.

Por isso mergulhei fundo nas "interwebs" para trazer a vocês as origens (curiosas) de cinco expressões que a gente fala todos os dias.

5 motivos para aprender Libras

Olá, leitores!

A primeira coisa que a gente faz, ou deveria fazer, quando quer aprender uma nova língua, é: "por que eu deveria aprender essa língua?" Por exemplo, o inglês: por que você deveria aprendê-lo? E as respostas possíveis seriam: é a língua dos negócios — e do mundo, praticamente —; desenvolvimento profissional e pessoal; ou, ainda, porque você quer.